pets

Meus filhos caninos

11755485_876123765802450_1078838937024341562_n

Olá!! Tudo bem?

Talvez você já tenha notado que em alguns posts meus eu falei que amoooo animais. Pois bem, hoje vim apresentar os meus amados filhos que, no momento, estão no Brasil.

Essa pequena aí, é a Cacau. Ela é uma dachshund pelo curto, cor chocolate com dourado. Ela foi comprada de um canil de uma cidade próxima a Chapecó, nasceu dia 22 de dezembro de 2013 e chegou na minha casa no dia 14 de março de 2014. Essa foto aí de baixo, foi do dia em que ela chegou lá em casa. Tão lindinha e pititica, né?

1234731_611555118925984_1501430710_n

Ela é uma cachorrinha muito dócil e amável com quem ela conhece. Com quem ela não conhece, é um pouco assustada e late bastante no começo, mas com um pouquinho de paciência ela já se solta e fica pedindo colo e carinho (e comida, claro! hahah).

10610756_704591846288977_4821471536241338261_n

Eu, o namorado e a nossa filha canina na nossa primeira viagem.

10345979_716391788442316_8084477086636051964_n

Antes de pegar ela, li muuuito a respeito de comportamento animal e como podia fazer para educá-la da melhor forma possível, visto que, desde sempre, a intenção foi de que ela vivesse dentro de casa. Então, assim que ela chegou, ensinei-a a fazer as necessidades no jornal e ensinei o comando do “não”.

11136675_820600198021474_3914562365532929644_n

Sobre o “não”, acho que foi a melhor coisa que poderia ter feito, hoje ela é uma cachorrinha muito obediente e basta falar “não” uma vez e ela já sabe que está fazendo algo errado e que precisa parar. Ela sempre foi uma cachorrinha calma e nunca aprontou. É o orgulho da mamãe aqui! Hoje ela tem pouco mais de dois anos e é uma cachorrinha muito feliz!!

10394535_842112022536958_976342697797774353_n

O meu outro bebêzão é o Vitório. Ele é um SRD pelo duro (amo!!!) de aproximadamente 4 anos que eu adotei em maio de 2015. Ele tem uma característica mais que especial: ele só tem um olhinho.

1517391_820597048021789_84023126433482698_n

Ele foi resgatado pela ONG Voluntários Amigos dos Bichos em um bairro de Chapecó, em estado deplorável. Provavelmente em decorrência de uma briga com outro cachorro, o Vitório se machucou… ele vivia na rua e não recebeu o tratamento adequado, como consequência, desenvolveu uma ferida muito grande onde havia o ferimento. Quando o encontraram, o estado dele era muito grave, algumas pessoas desacreditavam que ele sobreviveria. Mas, superando todas as expectativas e mesmo perdendo um olhinho, se recuperou muito bem e foi colocado para adoção. Quem deu esse nome à ele foi a veterinária que o tratou, por ele ser um vitorioso e ter aguentado firme as cirurgias e a recuperação. É um guerreiro meu garoto, não?!

549347_849222045159289_2455748066241410526_n-001

Assim que eu vi a foto dele no Facebook da ONG, logo me apaixonei! E teria como não se apaixonar, com essa carinha linda?! Enfim, no início foi difícil convencer a família de que poderíamos ter outro bichinho, mas, felizmente, no fim todos concordaram com a adoção.

Ops… nem todos! A cacau ficou muito receosa logo que o novo irmão chegou. Ela brigava com ele o tempo todo, e ele, mesmo sendo muito paciente com as provocações, às vezes ocorria de tentar morde-la.

10629840_796268920486954_1385149837200767154_n

Felizmente, passado um tempo de adaptação, a Cacau o aceitou super bem e hoje eles vivem em perfeita harmonia, se amam demais! O Vitório fica até perdido quando a mana Cacau não está por perto, acredita?! Há uma relação de confiança e dependência nítida entre os dois, eles detestam ficar separados. Muito amor!

11028967_855223957892431_1645837998427162694_n

Confesso que o Vitório apronta um pouco mais que a Cacau. Não é recomendável deixar calçados ao alcance dele, ele faz picadinho! Hahahah! Mas depois que criamos laços afetivos tão fortes com esses animais, o que é um calçado estragado ou um fio roído, né? O amor deles supera tudo, sério!

Quem me conhece sabe que ainda morro de amores pelos dachs e suas perninhas curtas. No início, tinha um pouco de preconceito, só queria cães de raça (principalmente se fossem dachs), e não SRD, mas, ainda bem, hoje tenho um pensamento muito diferente!

Percebi que amizade, fidelidade e amor não dependem de raça nenhuma e que, principalmente, há muitos animais de rua que necessitam da nossa ajuda, do nosso amor e dos nossos cuidados.

Pretendo, em breve, fazer um post aqui sobre adoção de animais, para quem quiser saber mais sobre o assunto.

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre os meus filhotes? Você tem algum cão adotado? Se sim, conta pra mim aqui nos comentários a história dele, pode ter certeza que vou amar saber.

Beijos!

Anúncios

6 comentários em “Meus filhos caninos

  1. Lindos bebês!!!! E que bom que você adotou o Ví e que mudou seu conceito sobre SRDs e adoção! Estamos no mundo para evoluir, para pensar, refletir e mudar! Parabéns!!!! Quem não muda fica parado no tempo e envelhece bem mais depressa!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Jo!!! Um prazer ter você por aqui!! Sabe que toda vez que vejo o Ví feliz, fico pensando como era triste a vida dele na rua… espero que ele não lembre mais disso, e possa usufruir, até o ultimo dia dele, do amor e do conforto que nos esforçamos pra dar pra ele. Depois que criei consciência de que amor independe de raça, nunca mais vou comprar cão nenhum, e quero poder ajudar principalmente aqueles que são difíceis de serem adotados… Parabéns pelo trabalho que você faz, você é exemplo pra muita gente. Beijoss!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s